Sexta-feira, 17 de Abril de 2009

Newsletter_11-O seu Banco diz palavrões?

  

Já alguma vez consultou o seu banco e saiu com a sensação de que se esqueceu de levar o dicionário para perceber o que lhe disseram? Não será o único com certeza! Esclarecemos alguns dos palavrões que deve ter ouvido.


Spread é a margem percentual adicionada pelo banco à taxa de juro de referência. No fundo é o “lucro” do banco.

 

Euribor é a taxa de referência do mercado interbancário em Euros, ou seja, o custo do dinheiro no mercado. Esta taxa é calculada diariamente, às 11h de Bruxelas, para diversos prazos, a partir da divulgação por um conjunto de 57 bancos das Taxas de Juro que praticariam, nesse momento, para a cedência de um determinado montante de referência para os vários prazos. Em seguida, a agência de informação financeira escolhida (Reuters ou Telerate) calcula e divulga a média dessas taxas de juro depois de retirados os valores externos. Do painel de bancos faz parte um banco português, escolhido em função de critérios de dimensão e de presença no mercado. O banco português seleccionado foi a Caixa Geral de Depósitos.

Juro, quem coloca dinheiro no banco, amealhando para o futuro, espera receber uma remuneração, pois está a disponibilizar recursos que são seus para serem utilizados por outras pessoas ou empresas. Por seu lado, quem necessita de mais fundos do que aqueles de que dispõe estará disposto a suportar um custo para ter acesso a esses fundos. A esse custo ou remuneração chama-se Juro, o qual pode ser pago ou recebido com várias periodicidades conforme combinado entre as partes. 

 

Taxa de Juro, é a relação entre o Valor do juro e o Valor do empréstimo e representa o preço unitário do dinheiro. Os valores em que se fixam as Taxas de juro dependem da oferta e da procura de dinheiro nos diversos mercados, da conjuntura económica do momento (por exemplo, da inflação) e das expectativas para o futuro. Dependem, ainda, de diversos factores tais como o risco em que se incorre aos emprestar, a duração do empréstimo e o tipo de garantias dadas por quem pede emprestado.

 

Distrate, é o documento que indica a dissolução ou rescisão de uma hipoteca por via da extinção da divida que lhe estava associada. Por exemplo, da divida que estava contra garantida com essa hipoteca.

 

Hipoteca, é a garantia real que confere ao Credor o direito de ser pago pelo valor do imóvel hipotecado, até ao valor negociado e registado na Escritura da Hipoteca, pertencente ao Devedor, com preferência sobre os demais Credores. Este tipo de garantia é usualmente exigida pelos Bancos para os Empréstimos de longo prazo (ex: empréstimos à habitação).

 

 www.salpetra.pt

publicado por salpetra às 14:22
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. VISITE SEM MARCAR!

. Newsletter_45 - Como aliv...

. Newslwtter_44 - Tenho de ...

. Newsletter_43 - Vai vende...

. Newsletter_42 - O que é u...

. Newsletter_41 - Sabe o qu...

. Newsletter_40 - Quais as ...

. Newsletter_39 - O que pos...

. Newsletter_38 - Mas afina...

. Newsletter_36-Sabe o que ...

.arquivos

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds