Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

Newsletter_23-Sabia que os seguros de vida associados ao crédito habitação têm agora mais direitos?

 

Há novos deveres de informação por parte dos bancos a quem queira associar um seguro de vida a um crédito habitação.


O novo decreto-lei visa contribuir para o “exercício efectivo da  liberdade de contratar, na fase pré-contratual”, assegurando-se que os consumidores sejam devidamente informados. E o que têm os portugueses que dar conta: não só da possibilidade de associar seguros de vida de que já disponham ao crédito à habitação, mas também da sua liberdade para celebrarem contratos de seguro de vida com o segurador da sua preferência, em detrimento do sugerido pela instituição de crédito.

Além disso, os consumidores têm liberdade para, mais tarde, transferir o crédito para outra instituição de crédito com manutenção do seguro de vida, ou, inversamente, substituir o seguro por um outro contrato com manutenção do crédito à habitação.

 

«Assim, o diploma estabelece o conteúdo mínimo das propostas de contratos de seguro de vida quando as instituições de crédito façam depender a celebração do contrato de crédito à habitação da celebração de um contrato de seguro de vida ou ainda quando aquelas pretendam propor aos interessados a contratação, ainda que facultativa, de um seguro de vida», refere o comunicado do Conselho de Ministros.

A mesma medida prevê que o referido conteúdo mínimo da proposta contratual de um seguro de vida estabeleça a ligação entre os contratos de seguro de vida e de crédito à habitação, contemplando a «actualização automática do valor do capital seguro», a par com a evolução do montante em dívida à instituição de crédito. Sem, com isto, que haja prejuízo da salvaguarda da liberdade de os consumidores optarem por uma solução distinta.

 

No mesmo sentido, o diploma confere aos consumidores que já disponham de um ou mais contratos de seguro de vida a possibilidade de os associarem ao crédito à habitação, desde que contemplem as coberturas adequadas e os respectivos capitais seguros tenham, no seu conjunto, um valor igual ou superior ao do montante do empréstimo.

Assim, não há necessidade de subscreverem, para o efeito, novos seguros de vida, tendo em conta os custos acrescidos que estes poderiam acarretar.
«Por fim, o Decreto-Lei estabelece que, havendo união entre os
dois contratos, a invalidade do contrato de crédito à habitação afecta a validade do contrato de crédito de seguro de vida que lhe está associado», conclui o comunicado do Conselho de Ministros.

 

www.salpetra.pt

(in IMMO-CASA.EU)

 

publicado por salpetra às 16:32
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. VISITE SEM MARCAR!

. Newsletter_45 - Como aliv...

. Newslwtter_44 - Tenho de ...

. Newsletter_43 - Vai vende...

. Newsletter_42 - O que é u...

. Newsletter_41 - Sabe o qu...

. Newsletter_40 - Quais as ...

. Newsletter_39 - O que pos...

. Newsletter_38 - Mas afina...

. Newsletter_36-Sabe o que ...

.arquivos

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds